domingo, 22 de setembro de 2013

Alguns contratempos da tissagem


É cada vez mais comum na vida das mulheres africanas a aplicação da tissagem. Para muitas é uma opção para poderem ter um novo visual, diferente do que é habitual ver em traços de mulheres africanas. Mas penso que para a maior parte, a principal razão de aplicarem tissagem é porque nos tempos que correm as mulheres têm cada vez uma vida mais agitada e de stress, e por vezes não têm tanto tempo que precisam para cuidar de si. O aparecimento da tissagem conseguiu, de certa forma, facilitar o esforço necessário para manter um cabelo 'em dia'. O nosso cabelo africano exige mais tempo e dedicação e muitas não têm esse tempo.

Contudo, fico de certa forma 'revoltada' com a aplicação de algumas tissagens que vejo e a maneira como são tratadas. 
Nunca usei tissagem, posso não estar dentro do assunto na totalidade, mas a minha mãe usa e tenho algumas amigas que também usam. Já vi nos cabeleireiros como são aplicadas, eu própria já removi tissagens da minha mãe, já lavei cabelos a amigas minhas que tinham tissagens postas... 
Conheço alguns métodos de aplicação da tissagem: com cola, por costura (sew-in), com elástico (fio-a-fio) e com ganchos (clip-in).
Penso que os métodos mais comuns de aplicação aqui em Portugal em mulheres africanas é por costura e com elásticos (fio-a-fio). 


Vou falar do método mais comum que é a aplicação por costura, em que a tissagem é aplicada em cima do cabelo trançado, ou seja, trançam o cabelo todo em forma de espiral e depois cosem a tissagem em cima da trança.
Pessoalmente, não sou muito a favor desta técnica...o cabelo está trançado e permanece escondido atrás da tissagem, tornando-se assim dificil de ser lavado, e consequentemente ganha um mau cheiro. As queixas que mais ouço por parte de quem usa tissagem são as elevadas comichões que dão, mesmo passando 2 dias sem lavar o cabelo dá logo uma tremenda comichão. Mas pronto, isto é algo natural, faz parte da aplicação da tissagem, não se pode evitar inteiramente. 
Mas o que mais me deixa indignada é as mulheres deixarem a mesma tissagem durante 2 ou 3 meses seguidos, e muitas delas só lavam o cabelo 1 vez por mês e nem se lembram que têm um cabelo por de trás da tissagem que necessita de atenção! A sério não façam isto, eu paraliso mesmo!!! 

Sou a favor que a tissagem deveria ser um protective style. O que é um protective style?! É um penteado ou método que arranjas para proteger o cabelo (essencialmente as pontas), não o manuseias frequentemente e assim não se parte tanto, e ao mesmo tempo continuas a tratar sempre dele. Alguns protective styles mais frequentes são, por exemplo, apanhar o cabelo ou em rabo-de-cavalo ou em 'donut'. Também pode ser considerado protective style fazer Braid Outs ou Twist Outs...
No entanto, o que vejo muito por aí é mulheres a aplicarem a tissagem e esquecerem-se completamente que têm um cabelo que precisa à mesma de ser tratado! É que se não cuidares do teu próprio cabelo, vai chegar a uma altura que vai ficar tão leve e estragado que já nem vai suportar a tissagem. O teu cabelo irá ser sempre o teu cabelo, a tissagem é algo descartável! Lembra-te sempre disso!
Só uses tissagem se conseguires dizer a ti própria "Eu sinto-me confiante com ou sem tissagem!". As mulheres não se devem sentir feias quando estão sem tissagem, isso não deve acontecer! Se acontecer é porque não estás a tratar devidamente do teu cabelo!
Ainda no outro dia quando fui ao cabeleireiro cortar as pontas, ouvi uma senhora a dizer "Eu já não me vejo sem tissagem. O meu marido não iria gostar de me ver sem ela!". Fiquei desiludida em ouvir essas palavras. Maior parte dos homens (ou mesmo todos eles) prefere ver as mulheres com o cabelo natural, ainda há uns que tanto lhes faz se é natural ou desfrisado, mas preferirem tissagem ao próprio cabelo em si, nunca ouvi! O meu namorado tem aversão a tissagem lol. No filme "Good Hair" do Chris Rock, fizeram várias entrevistas aos homens para saber o que preferem e nenhum deles disse que prefere tissagem. Geralmente, os homens gostam de mexer no cabelo das mulheres, e as mulheres quando têm tissagem 'proibem' os homens de tocarem no cabelo, não é verdade?! Lol

Voltando ao que importa... Eu estou aqui precisamente para ajudar-te a manter o cabelo saudável mesmo estando a usar tissagem. Não sou contra o uso das tissagens, mas sim, sou contra as mulheres que usam tissagem e são negligentes ao próprio cabelo!


Uma das principais consequências do uso de tissagens é tornarem as bordas do cabelo (a parte da frente) super fracas e leves. Pode até chegar a um ponto em que fiques mesmo sem cabelo nas bordas, é o que está a acontecer com a minha mãe. 
Isto acontece porque como o cabelo é trançado e depois a tissagem é costurada, as bordas como são zonas sensíveis não aguentam tanto os apertos das tranças e da costura em si, e com o tempo o cabelo vai caindo.
Para prevenir que isso aconteça, aconselho-te a fazer fortes tratamentos com máscaras de proteínas antes de aplicares a tissagem. Mistura a máscara de proteínas com algumas quantidades de um óleo natural (p.e. óleo de coco, azeite, óleo de jojoba...), aplica no cabelo, cobre com uma touca de plástico ou de alumínio e deixa actuar durante pelo menos 1h. 
Quando já tiveres a tissagem, na véspera das lavagens, aplica óleo de rícino no couro cabeludo, principalmente nas bordas do cabelo! É importantíssimo!!! No dia a seguir, quando lavares o cabelo tem atenção em esfregar bem o couro cabeludo para prevenir maus cheiros. Lava o cabelo pelo menos de 3 em 3 dias. 
Se vires que as bordas do cabelo estão muito fracas, passa a aplicar o óleo de rícino todos os dias nessa zona.
É importante que permaneças com a tissagem no máximo só 1 mês. E se quiseres voltar a aplicar novamente, faz uma pausa de uns dias e durante esse tempo aproveita para 'mimar' bem o teu cabelo, faz tratamentos com máscaras e com óleos, faz Moisturize & Seal, etc.
E atenção! Se desfrisares o cabelo espera sempre pelo menos 2 semanas até aplicares a tissagem. O cabelo recém desfrisado é sensível e quando é trançado parte-se muito facilmente!


Uma boa alternativa para quem quer ter um cabelo comprido mais rapidamente, é aplicar a tissagem com ganchos.
Compra tiras de tissagem, coloca ganchos na zona das costuras e aplica-as a meio do cabelo, assim dará a sensação que o teu cabelo está mais comprido.

Para concluir, não faças da tissagem uma espécie de "chapéu" para cobrir os defeitos do cabelo. Se usas dessa forma podes ter a ilusão que fica bonito, mas as outras pessoas conseguem ter a percepção que não fica. Porque uma tissagem aplicada num cabelo danificado dá logo para perceber, por mais "bem aplicada" que esteja.
Espero ter ajudado com estas pequenas dicas ;)
Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial

11 comentários:

  1. Gostei da materia e concordo com tudo. Bjs

    ResponderEliminar
  2. Ola Sandra, eu experimentei colocar tissagens por um tempo e so aguentei 12 dias. A comichao foi tanta que nao aguentei mais, e senti-me estranha por estar a usar algo que nao era meu.
    Durante esses dias lavei o cabelo varias vezes apesar da recomendacao da cabeleireira para lavar apenas 1 vez por mes! Fiquei a pensar como seria possivel.
    Enfim, não recomendo mesmo nada!!! Foi uma experiencia para esquecer.

    No outro dia apanhei um autocarro e passei ao pe da universidade da lusofona à noite e entraram varias africanas. A maior parte usava cabelo postiço. E nenhuma estava bonita a meu ver. Não sabem como ficariam + bonitas e autenticas com o proprio cabelo.
    Enfim, como dizes para a tissagem "parecer" + natural é preciso cuidar do proprio cabelo com muito + cuidado!

    beijinhos,

    Nélida

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pelas dicas, estou em transição capilar mas não tenho coragem ainda de usar o cabelo curto porque sempre usei tissagem comprida. A minha ideia era exactamente essa. Seguir o cronograma capilar mas com a tissagem e o teu post ajudou-me a esclarecer essa questão, ou seja posso fazer a umectação, hidratação, nutrição com a tissagem mesmo. Quando chegar aos ombros, paro de usar. Obrigada.

    ResponderEliminar
  4. obrigada eu estava indecisa se metia tissagem ou continuava com o meu cabelo natural ao ler isto me ajudo muitíssimo.
    Muitos Africanas ou descendentes de africanos não cuidam e nem tratam do cabelo isso é que o mal da mulher negra não cuidar e valorizar o seu cabelo.
    O dinheiro que elas gastam em comprar cabelos falsos poderiam gastar em produtos ou fazer tratamentos para o cabelo natural que fica lindo e saudável.
    O cabelo de uma mulher é muito importante e nos identifica muito por isso temos que cuidar muito bem.

    ResponderEliminar
  5. E para quem n tem hipóteses e sofre de tricotilomania Que n tem cura ..... faz o que?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      a tricotilomania pode ter cura.
      Mas nesse caso usar uma peruca ou tissagem desde que não seja apertada por ser uma boa sugestão.

      Eliminar
  6. Introduza o seu comentário...amei as dicas, realmente cabelos postiços tem sido usados de maneira errada, eu sou africana e aprecio muito cabelos compridos, mas confeço que ja perdi muito cabelo nas bordas e desde entao prefiro ficar com os meus cabelos naturais, da trabalho mas fica top!

    ResponderEliminar
  7. Oláa, o meu cabelo é o tipo cacheado 3C, a minha mãe é branca e o meu pai é africano, daí o meu cabelo não ser crespo ou carapinha, mas ter caracóis. Fiz progressiva há dez meses porque o meu cabelo tinha muito volume, e eu decidi que queria o cabelo lisinho (também porque fui vítima da sociedade que tem um padrão de beleza ideal como sempre, e "obrigou-me" de certo modo a deixar de ser eu mesma para passar a ter a imagem de menina branca típica). Enfim. Agora o meu cabelo está super volumoso, fraco, danificado e com um aspeto horrível. Costumo usar fitas para disfarçar pelo menos a parte da frente mas nota-se perfeitamente o volume, está mesmo mau e já toda a gente deu conta, o que me tira a auto-estima por completo. Gostava de voltar ao meu cabelo natural, assumir os caracóis, mas pelos vistos a progressiva que me fizeram foi com muita química e o cabelo não tem nenhuma ondulação até agora, sendo que a maioria das pessoas que fizeram progressiva que eu conheço tiveram com o cabelo liso durante no máximo 4 meses. Conclusão: acho que o cabelo é essencial para aumentar a minha auto-estima e adorava colocar com extenções, só não percebo a diferença entre extenções e tissagem. :/

    Beijinhoss, adorei o post!

    ResponderEliminar